24/07/2009

Autoridade e Autoritarismo

Ao lembrar dos tempos da escola, em que se praticava a autoridade por parte dos professores, recordamos que a disciplina era muito mais controlada e os alunos respeitavam mais os professores e funcionários da escola. Nos tempos atuais podemos dizer que a realidade é outra, não generalizando, pois ainda existem exceções. Autoridade e autoritarismo são conceitos completamente diferentes, pois o autoritarismo está ligado à arbítrio e imposição, e autoridade, refere-se a uma prática pró-social, que tem como objetivo levar o ser humano a perceber as normas colocadas pela sociedade, a julgar sua legitimidade e a avançar no sentido de tornar mas humana e mais democrática a vida em sociedade. Na escola vivenciamos situações que podem comprovar, que um, é totalmente diferente do outro. Existem professores que não levantam a voz momento nenhum para os alunos. Quando eles não estão satisfeitos com você, apenas lançam um olhar e você já sabe que é pra "abaixar o facho e calar a boca". Isso se chama autoridade. Mas também há os professores que gritam feitos loucos dentro da sala, e só conseguem que a turma se acalme sob ameaças (de prova-surpresa, de tirar pontos, de expulsão...). Esses são os autoritários. Será que existe alguma causa que justifique esta perda de autoridade? Ou essas pessoas nunca a possuiu? Existem pessoas que já nascem com este poder, outras não conseguem, e apelam para as chamadas “chantagens” que resultam em opressão ao extremo, que muitas vezes causam temor e angustia.

Professor Autoritário

Professor autoridade
Existem fatos que ocorreram no mundo sobre autoridade e autoritarismo que marcaram muito a humanidade. No Brasil podemos citar a ditadura no regime militar, onde a ordem e a lei se faziam à base de torturas e prisões, o povo vivia sob ameaças constantes e não se fazia prevalecer a opinião e nem seus direitos.
Hitler tinha autoridade, embora não fosse de uma forma benéfica para muitos, ele a possuía. Com o seu poder de convicção, carisma e emoção, ele mobilizou praticamente uma nação inteira, em busca de seus ideais. O fato é, quem tem este dom, consegue sim, aquilo que deseja, seja bom ou mal.
Pais e escola precisam se conscientizar e trabalhar juntos em relação a formação do cidadão, crianças e jovens devem ter a oportunidade de conhecer que mudanças sociais, influenciam nas mudanças individuais, e que a educação também é responsável pela construção de valores, regras, limites e a luta contra a injustiça social. Assim, a função da educação, entre outras, é a de levar os educandos a perceberem o que podem ou não podem fazer, o que devem ou não devem fazer, numa dada situação. A autoridade dos pais e dos professores é fundamental para direcionar os limites legítimos da consciência humana que devem ser apropriados por todos, inclusive pensando-se no futuro, quando essas crianças e jovens desempenharão o papel de educar outras crianças e jovens e, talvez, o de decidir os destinos da sociedade. E assim caminha a Humanidade.


QUEM TEM AUTORIDADE, NÃO PRECISA SER AUTORITÁRIO.
QUEM PRECISA SER AUTORITÁRIO, É PORQUE JÁ PERDEU A AUTORIDADE HÁ MUITO TEMPO. (frase de Cíntia Lenon)


Aluna: Losangela Tomaz

2 comentários:

Debora Lima disse...

Essa questão de autoridade discutimos isso muito em sala de aula, e percebemos o tanto esse assunto leva questionamentos como a diferença de ser autoritario e ter autoridade, é claro que o educador deve ter sempre um limite para ser autoritario.

parabens Losangela pelo assunto

Itamara disse...

olá meninas!!! Não consegui postar um comentário antes acho que não deu certo. Autoridade e autoritarismo, devemos ser autoritário em sala de aula sim, mas também tratar as crianças com muito amor e carinho beijos a todas
tomara que dessa vez de certo